Procure um Médico

Entidades trabalham para receber os valores Nota Fiscal Paulista 

26 de outubro de 2018

 Até dezembro será possível doar as notas fiscais paulista para que as entidades cadastrem no sistema e assim possam conseguir alguns recursos e ainda participar dos sorteios, a partir de 2019 o recurso somente virá se cadastrado no aplicativo.

A  Santa Casa de Valinhos, Recanto dos Velhinhos e APAE,  já estão nas ruas, conclamando os doadores para que façam o cadastro através do aplicativo Nota Fiscal Paulista

O processo é simples conta Everson Roscito, diretor do Recanto dos Velhinhos, basta acessar o site ou aplicativo da NFP, criar seu login e senha, acessar o sistema e clicar na aba entidades.

Lá vão aparecer as opções: 1- doação de cupons com CPF (automática), período anual, digitar o CNPJ da entidade se for o Recanto dos Velhinhos é 44.637.601/0001-85, a APAE 44.635.290/0001-15 e se for a Santa Casa 46.056.487/0001-25. Em seguida clicar em pesquisar, selecionar a entidade escolhida e confirmar a doação no final da tela.

Com esse procedimento, a cada compra que você fizer com seu CPF, automaticamente já estará colaborando com a entidade que você escolher.

Ao final de cada período anual, você precisará repetir a escolha da entidade favorita para continuar ajudando.

No Recanto dos Velhinhos o Everson está à disposição através do fone 9.9797.1716, na APAE fale com Roberto 3303.4500 e na Santa Casa com Pr. Hiran 9.99362.1357

Everson lembra ainda que pela doação em papel, as entidades receberão o teto máximo de 7,5% o valor da nota. Já nas doações realizadas diretamente pelo aplicativo da Nota Fiscal Paulista ou pelo sistema automático, com a indicação do CPF, podem gerar uma receita de até 10 Ufesps (o equivalente a R$ 250,70) por cupom fiscal. Com isso, um cupom fiscal doado por esse método gera a mesma receita de 100 documentos depositados em urnas.

A doação através do aplicativo é uma importante ferramenta de combate a fraudes, o que prejudica cerca de 70% das entidades, principalmente por conta da indústria ilegal que foi criada para captação de cupons fiscais de forma irregular.