Procure um Médico

show de prêmios para marcar aniversário

7 de dezembro de 2016

Neste sábado, 10 de dezembro, a Santa Casa de Valinhos comemora 56 anos de existência e vive um momento de grande dificuldade financeira, a exemplo dos demais hospitais filantrópicos em todo Brasil. Apesar da situação atual, o hospital quer comemorar com a comunidade esse seu tempo de existência e de cuidado da saúde de toda população e vai promover um Show de Prêmios, no Centro Pastoral São Sebastião, a partir das 19h30.

A iniciativa do Show de Prêmios é das voluntárias: Angélica Trombeta Bortholoto e e Mafalda Trombeta Mayr, que esperam a presença de uma grande público para prestigiar o evento, que além de muitos prêmios terá também  um serviço de bar e bolo para festejar o aniversário da Santa Casa.Os convites custam R$10,00 e poderão ser adquiridos na Santa Casa, no CEAR – Centro de Artesanato dos Clubes de Mães ou na porta no dia do evento.

 

História da sua fundação

A idéia de construir a Santa Casa de Misericórdia de Valinhos surgiu em 1948, quando José Spadaccia foi eleito vereador da Câmara Municipal de Campinas pelo Distrito de Valinhos. A idéia era ousada para aquela época. Em 1953, o Distrito conquistava a sua emancipação político-administrativa passando a ter vida própria com a instalação do município em 1º de janeiro de 1955.

Em 10 de dezembro de 1960, uma assembléia reunindo 246 pessoas foi instalada para a fundação da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Valinhos. Os passos seguintes foram: escolha da área, realização do projeto, busca dos recursos e a construção da obra.

A área escolhida para a construção do hospital foi um terreno de 24mil m², desmembrado da Fazenda Tapera que foi desapropriado pela prefeitura e doado com a devida autorização da Câmara Municipal, para a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Valinhos.

No jornal de Campinas de 24 de junho de 1961, a manchete era: “Dia 29, lançamento da pedra fundamental da Casa de Saúde de Valinhos”. A matéria destacava o arrojo do empreendimento, que estava orçado em 50 milhões de cruzeiros.

Para que a obra fosse feita, os recursos vieram de campanhas de cunho popular e doações da família Milani na pessoa de José Milani Junior que foi o grande benemérito.

Em 10 de dezembro de 1965, a Santa Casa de Misericórdia de Valinhos foi entregue à população com 2 salas, 62 leitos, centro cirúrgico, ambulatório, berçário, cozinha, lavanderia, almoxarifado, necrotério, áreas de lazer, etc.

Foi nessa época que chegou à Valinhos um grupo de missionárias, eram irmãs da Congregação Saint Paul Chatre, que se colocou à disposição da unidade hospitalar atuando em diversos setores do hospital e imprimindo uma dinâmica de atendimento que resultou em grande credibilidade e respeito. O grupo era composto pela Madre – Andréa Grasse, a nutricionista Clara Mimaul, no Centro Cirúrgico – Marieta Fornier, na enfermagem Gilda Laflame e no setor de radiologia Maria França.

Passados 56 anos, muitas pessoas se dedicaram a esta causa e hoje está como provedor Claudio Trombeta que juntamente com a Mesa Administrativa tem empenhado esforços para resolver as questões financeiras do hospital, ampliando serviços e buscando melhorias.

Postado em Boletim