Procure um Médico

Agência transfusional da Santa Casa é avaliada

7 de julho de 2016

 A agência transfusional da Santa Casa de Valinhos recebeu na sexta-feira, dia 17, a visita de uma avaliadora do Ministério da Saúde e outra do Hemocentro da UNICAMP. As biólogas, Ana Brasília e Rosana Cássia Oliveira, que fazem parte da equipe do Ministério da Saúde e UNICAMP que fiscalizam as agências tranfusionais da região, estiveram em Valinhos para fazer uma avaliação do processo transfusional e propor melhorias.

Durante quase quatro horas e depois de analisar documentos e protocolos de diversos departamentos envolvidos com a agência, como a farmácia,compras higiene, SESMT, Manutenção, Engenharia Clínica,  Qualidade e o Controle de infecção hospitalar, entre outros, as biólogas chegaram a conclusão de que a agência transfusional da Santa Casa de Valinhos é uma das mais bem conceituadas e pode vir a ser uma referência, uma agência modelo na região.

De acordo com a biomédica Lucimara Oliveira Harbs, gestora da equipe da agência transfusional da Santa Casa de Valinhos, as avaliadoras gostaram do que viram. “As biólogas  acharam a equipe do hospital comprometida e integrada em todo o processo e saíram daqui satisfeitas com nosso trabalho. Todos os documentos solicitados foram apresentados prontamente e a certificação ONA que possuímos, que avalia e certifica a qualidade de serviços de saúde, foi um dos itens importantes para a boa avaliação”, disse.

A agência transfusional da Santa Casa de Valinhos realiza em média 157 transfusões de hemocomponentes por mês, apenas de pacientes internados em sua unidade. Em média mantem em estoque cerca de 24 bolsas de sangue, o que segundo Lucimara é pouco. “Precisamos de mais doações. Quem quiser doar sangue deve procurar o Hemocentro da Unicamp ou os hospitais da PUCC e Mário Gatti, em Campinas. Em Valinhos, o Rotary Club realiza mensalmente em sua sede uma campanha de doação de sangue.  Nos próximos meses teremos as seguintes datas:  19/07, 23/08, 20/09, 18/10, 22/11, 13/12/2016, das 09h00 àss 12h00”, informa a biomédica.

Postado em Boletim