Procure um Médico

Posto RRC adere ao programa Apaixonados por Saúde

31 de janeiro de 2017

Dia 12 de fevereiro, uma ação inovadora em prol da Santa Casa de Valinhos

O trabalho de Mobilização de Recursos em prol da Santa Casa de Valinhos continua a todo vapor. O projeto Apaixonados por Saúde, lançado em agosto de 2016,  é na verdade uma grande Campanha de Cidadania e a mobilização de recursos nas áreas Bio-Psico-Social, através da criatividade, onde serão realizadas corridas, eventos, cursos, palestras, contribuições voluntárias, interações com especialistas das áreas da saúde, e mais de 60 ações que estão sendo, desenvolvidas na cidade.

No último final de semana em parceria com a UNILEVER e a Comissão Organizadora da Festa do Figo, um grupo de voluntários esteve no portão de entrada do parque Municipal vendendo o sorvete Ben Jerry´s que foi oferecido pela Unilever onde o valor da venda resultou numa boa renda destinada ao hospital.

E vem mais ação, no dia 12 de fevereiro no Auto Posto RRC localizado na Av. Flávio de Carvalho, 149, o seu proprietário, Graciano Rattis, sensibilizado com o Projeto Apaixonados por Saúde decidiu dar a sua parcela de colaboração. Neste dia, a partir das 6 até as 22 horas de todas as vendas efetuadas no posto de combustível – abastecimentos em geral, troca de óleo, filtros, lojas de conveniências, etc., um percentual será destinado para o hospital. Para dar um “up”, no Projeto, os voluntários estarão com a distribuição do sorvete Ben & Jerry´s sendo vendido a R$ 3,00 a bola ou, enquanto tiver o produto, haverá também aferição de pressão arterial, além de uma boa música e a animação do Mascote Apaixonados Por Saúde.

O responsável pelo programa Apaixonados por Saúde Pr. Hiran A. Pimentel destaca que segundo a diretriz do Ministério da Saúde, ANS, OMS, CQH, entre outros postulados das autoridades em saúde, os leitos hospitalares não deverão ser ocupados em um estabelecimento de saúde mais que 85%, visto que, o nível de bactérias aumenta a cada dia e cada vez são mais resistentes, os hospitais precisam constantemente de limpezas terminais em seus leitos, manutenções, higienização e ainda alguns cuidados específicos no caso de isolamentos.

“Os 15% da não ocupação do leito hospitalar e consequentemente com custos e sem receitas para o hospital filantrópico como é o caso da Santa Casa de Valinhos, não tem de onde receber, uma vez que não têm margem de lucro, são custos altos que deverão ser cobertos pelos recursos oriundos dos projetos, programas, doações, etc., da ação Apaixonados por Saúde, por isso fazemos um apelo  aos de demais segmentos de atividades, para que  a exemplo do Posto RCC, também promovam ações em prol da Santa Casa de Valinhos”, lembra Pr. Hiran Pimentel – responsável pelo Desenvolvimento e Gerenciamento do programa.

Postado em Boletim | Tags: